Polícia apura ameaças contra radialista de Campinas

Fonte: Todo Dia

A Polícia Civil de Campinas investiga o caso de ameaças que o jornalista e radialista Jerry de Oliveira, 52, diretor da Rádio Comunitária Noroeste FM, vem sofrendo desde o início do mês passado. A motivação para as ameaças seria política.
No último dia 9, Oliveira foi intimidado por dois homens, um deles armado, durante uma manifestação pública contra o encerramento das aulas do período noturno da escola Reverendo Professor José Carlos Nogueira, na Vila Boa Vista – mesma região onde fica a rádio na qual o jornalista atua.

Conforme registro da ocorrência na polícia, primeiro Jerry de Oliveira foi abordado por um homem que ameaçou matá-lo caso “falasse mal” do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante o protesto. Em seguida, outro homem, dirigindo um veículo, fechou o carro que Oliveira dirigia e apontou uma arma na direção do jornalista, enquanto o provocava a falar do presidente.

Postado em

Icone de voltar ao topo