Nota de solidariedade ao jornal Matinal (RS), vítima de ataques ao denunciar o uso de medicamentos não autorizados em pacientes de Covid-19

A ARTIGO19 manifesta seu apoio ao jornal Matinal e ao repórter Pedro Nakamura, que sofreram assédios e ataques nas redes sociais antes mesmo da publicação de uma matéria sobre o estudo irregular feito no Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre, em que médicos manipularam proxalutamida em pacientes de Covid-19 sem o aval dos órgãos competentes.

A matéria denuncia que profissionais violaram códigos e condutas elementares da ciência ao administrarem um medicamento que sequer estava para testes em seres humanos, ou seja, pessoas com Covid-19 foram usadas como cobaias em um experimento não registrado.

Os ataques ao site do jornal e ao repórter representam uma grave ameaça à democracia e à expressão, algo que infelizmente vem aumentando no Brasil. O Relatório Global de Expressão 2020-2021, publicado pela ARTIGO 19, informou que as violações contra jornalistas e comunicadores somaram 254 casos. Deles, quase 50% (123 violações) foram cometidos por agentes públicos, e 18% (46 casos) continham expressões racistas, sexistas ou LGBTQIA-fóbicas. Além disso, houve o registro de 464 declarações públicas feitas pelo Presidente da República, seus ministros ou assessores próximos que atacaram ou deslegitimaram jornalistas e o seu trabalho.

A ARTIGO 19 defende e promove a liberdade de expressão e informação e sua importância para a conquista e concretização de outros direitos fundamentais no Brasil e América do Sul. Por essa razão, se solidariza ao Jornal Matinal e ao profissional Pedro Nakamura, pois defendemos que a imprensa livre é um dos pilares para o direito de acesso à informação da sociedade.

Postado em

Icone de voltar ao topo