PMs infringiram a lei ao tirar identificação da farda em protesto em SP

15 de janeiro de 2018 - ARTIGO 19 na Mídia



Fonte: Ponte Jornalismo

No lugar da tarjeta, que deve ser afixada por um velcro no colete dos policiais, um espaço vazio. Ou então, códigos impossíveis se serem compreendidos. O Regulamento de Uniformes da Polícia Militar do Estado de São Paulo (RUPM) prevê, em seu artigo 112, no capítulo IX que dispõe sobre a “identificação nominal”, o uso obrigatório de identificação do posto que atua e nome do agente ou o seu registro na corporação – o chamado nome de guerra. Mas durante o ato contra o aumento das tarifas do transporte público, nesta quinta-feira (11/01), a Ponte flagrou policiais da CAEP (Companhia de Ações Especiais da Polícia) retirando as plaquetas do traje próximo ao Terminal de ônibus Parque Dom Pedro II, na região central.

Leia na íntegra: ponte.org/pms-infringiram-a-lei-ao-tirar-identificacao-da-farda-em-protesto-em-sp/


LINK: http://artigo19.org/?p=13149

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *