Pais e alunos de ocupações de SP vão aos EUA denunciar violência policial

18 de março de 2016 - ARTIGO 19 na Mídia



UOL, em São Paulo – 17/03/2016

uol2

Secundaristas e pais dos alunos que atuaram nas ocupações de escolas estaduais em 2015 vão participar de uma audiência na Comissão Interamericana de Direitos para denunciar a violência policial durante os protestos.

“Na audiência, vamos falar que o desrespeito aos direitos humanos pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo é sistemático, não foi pontual. Ele aconteceu durante as ocupações, durante as manifestações e continua acontecendo. Esta semana, uma escola em Pirituba foi invadida pela PM e os estudantes, que estavam fazendo um protesto pacífico, apanharam”, disse Luiz Braga, corretor de seguros e pai de um estudante secundarista.

O encontro foi marcado para o dia 7 de abril após um pedido do Comitê de Mães e Pais em Luta, em conjunto com a Artigo 19, ONG de direitos humanos. Para custear as passagens Washington, nos Estados Unidos, o movimento organizou umfinanciamento coletivo pela internet.

“A gente tem a pretensão de dar visibilidade às agressões da política e de confrontar o Estado de São Paulo e o Estado brasileiro, que estão permitindo que esses abusos aconteçam”, afirma o pai.

Neste ano, uma das demandas do grupo é a distribuição da merenda para todas as escolas, já que parte delas está recebendo a chamada ‘merenda seca’, com biscoitos e sem refeições.

“Eu acho que um dos principais reflexos das ocupações foi a organização desse comitê de pais, que está forte, atua em várias frentes, continua compilando excessos da polícia e tentando fortalecer as escolas que querem implantar um sistema mais democrático. Além disso, outro ganho importante foi a conscientização de muitos estudantes, que não ficam mais quietos”, disse Braga.

Fonte: http://educacao.uol.com.br/noticias/2016/03/17/pais-de-alunos-de-ocupacoes-vao-aos-eua-denunciar-violencia-policial.htm


LINK: http://artigo19.org/?p=7425

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *