As perguntas que o metrô de São Paulo não respondeu antes de vender seu rosto por R$ 58 milhões

11 de fevereiro de 2020 - ARTIGO 19 na Mídia



Fonte: The Intercept Brasil

O Metrô de São Paulo decidiu instalar um sistema de câmeras com reconhecimento facial. A ideia é a de sempre: facilitar a identificação de suspeitos de crimes, fugitivos ou pessoas desaparecidas entre as 3,5 milhões de pessoas que usam o sistema diariamente. Quem vai vender a tecnologia é o consórcio Engie Ineo Johnson, formado por empresas da França e Irlanda, que irá embolsar mais de R$ 58,6 milhões para implementar o sistema ao longo dos próximos anos.

Leia na íntegra: https://theintercept.com/2020/02/11/metro-sao-paulo-reconhecimento-facial/


LINK: https://artigo19.org/?p=17413

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *