Uruguaio é escolhido como novo Relator para Liberdade de Expressão da OEA

23 de julho de 2014 - Notícias



Edison Lanza 2 copy
O advogado e jornalista Edison Lanza

O uruguaio Edison Lanza foi escolhido pela CIDH (Comissão Interamericana de Direitos Humanos) da OEA (Organização dos Estados Americanos) para ser o novo Relator Especial para Liberdade de Expressão do órgão. Ele irá substituir a colombiana Catalina Botero, que fica no cargo até o dia 6 de outubro, quando o prazo do seu mandato expira.

Lanza é advogado e jornalista. Já trabalhou em diversos meios de comunicação e atuou como consultor de organismos internacionais em temas ligados à liberdade de expressão e ao direito à informação. Foi também advogado do sindicato de jornalistas do Uruguai e professor universitário.

Entre as organizações da sociedade civil da qual faz parte, destacam-se o Centro de Archivos y Aceso a la Información Pública, da qual é co-fundador e presidente, e o Grupo Medios y Sociedad, da qual é co-fundador. Ele é ainda integrante do Comité de Libertad de Expresión y Acceso a la Información de la Alianza Regional por la Libre Expresión e Información, e membro do Grupo de Trabajo sobre Sistema Interamericano de Derechos Humanos y OEA da IFEX-ALC.

Lanza também integra diversas instâncias nacionais de supervisão do cumprimento de normas relacionadas com a liberdade de expressão e acesso à informação pública. Autor de diversas publicações sobre os temas, fez pós-graduação sobre liberdade de expressão e lei penal na Universidad de la República de Uruguay, e realiza doutorado sobre processos de regulação de meios audiovisuais na Facultad de Ciencias Sociales de la Universidad de Buenos Aires.

Edison Lanza assumirá a Relatoria Especial para Liberdade de Expressão no dia 6 de outubro. O mandato durará três anos, sendo passível de prorrogação por outros três.


LINK: https://artigo19.org/?p=5140

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *