Reconhecimento facial no Metrô de São Paulo preocupa Defensoria e organizações

Fonte: Rede Brasil Atual

São Paulo – As Defensorias Públicas de São Paulo e da União, ao lado de organizações de direitos humanos e de defesa do consumidor ingressaram com ação judicial para que a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) e governo de João Doria (PSDB) esclareçam o funcionamento do sistema de reconhecimento facial que a empresa pretende instalar em suas estações, em nome da segurança. As entidades querem detalhes sobre a coleta e o tratamento dos dados, as bases de dados utilizadas como referência, os protocolos de ação em caso de identificação de possível suspeito e quais as garantias de confiabilidade do sistema.

Leia na íntegra: https://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2020/02/reconhecimento-facial-metro/

Postado em

Icone de voltar ao topo
1