Políticos são principais suspeitos de violações contra comunicadores no Brasil, segundo relatório

Fonte: O Globo

SÃO PAULO – No Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, celebrado nesta quarta-feira, um levantamento mostra que os políticos são os principais suspeitos de praticarem violações graves contra comunicadores no Brasil. O relatório “Violações à Liberdade de Expressão”, publicado pela quinto ano consecutivo pela organização Artigo 19, listou 31 casos em 2016 que envolvem assassinato, tentativa de homicídio, sequestro e ameaças de morte a comunicadores — 19 deles sob suspeita de serem cometidos por políticos, na maioria das vezes (64%) em cidades com menos de 100 mil habitantes. Na categoria “comunicadores” são incluídos jornalistas, radialistas, blogueiros e donos de veículos de comunicação. Das 31 violações, foram quatro assassinatos, cinco tentativas de assassinatos e 22 ameaças de morte. Nenhum sequestro foi registrado.

Leia a matéria na integra: http://oglobo.globo.com/brasil/politicos-sao-principais-suspeitos-de-violacoes-contra-comunicadores-no-brasil-segundo-relatorio-21287910#ixzz4gDlR1Onw

Postado em

Icone de voltar ao topo