Justiça derruba censura contra a Repórter Brasil

Fonte: Portal dos Jornalistas

O juiz Air Marin Junior, do 2º Juizado Cível de Boa Vista (RR), revogou a censura imposta à OnG Repórter Brasil. A ação extinguiu a liminar de uma funcionária da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), que impedia a exibição de trechos da reportagem ‘Compro tudo’: ouro Yanomami é vendido livremente na rua do Ouro, em Boa Vista. A matéria foi produzida pelas repórteres Maria Fernanda Ribeiro e Clara Britto, da Amazônia Real.

Os trechos censurados revelam que, em abril de 2021, a servidora entrou em uma loja na chamada rua do Ouro, em Boa Vista, perguntando se o local comprava “ouro do garimpo”. Antes de a reportagem ir ao ar, ela foi procurada por telefone e pelas redes sociais, mas preferiu não comentar. Depois da publicação, entrou com um processo judicial contra a Repórter Brasil.

Leia na íntegra: https://www.portaldosjornalistas.com.br/justica-derruba-censura-contra-a-reporter-brasil/

Postado em

Icone de voltar ao topo