Delegado do Deic e promotor são acusados de criminalizar manifestantes

Fonte: PONTE

Uma operação “ilegal” e “nebulosa” das Polícias Civil e Militar de São Paulo, baseada em provas “muito frágeis” e “questões ideológicas”, com a participação mal explicada de um militar infiltrado do Exército, prendeu um grupo de pessoas com o único objetivo de “restringir o direito a protesto” e culminou numa denúncia “insensata” de um promotor de justiça.

Leia a matéria na integra: http://ponte.cartacapital.com.br/promotor-delegado-deic-acusados/

Postado em

Icone de voltar ao topo
1