Grupo da sociedade civil que monitora a implementação da Agenda 2030 no Brasil lança IV Relatório Luz

28 de julho de 2020 - Defendendo direitos na crise do coronavírus



Publicação será apresentada na próxima sexta-feira (31/07) durante audiência pública da Frente Parlamentar Mista de Apoio aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030, o GT Agenda 2030 – coalizão formada por 51 organizações, fundações e movimentos brasileiros – lança na próxima sexta-feira, dia 31 de julho, o IV Relatório Luz da Sociedade Civil sobre a Agenda 2030.

O documento é a única publicação no Brasil, organizado pela sociedade civil, que apresenta um panorama em 360 graus sobre como os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estão sendo implementados no Brasil, país que foi um dos 193 signatários do acordo que deu origem à Agenda 2030, na ONU.

A análise deste ano faz parte de uma série histórica iniciada em 2017 e cobre as áreas social, econômica e ambiental. Nesta edição foram verificadas 145 das 169 metas acordadas nas Nações Unidas. Ela também registra as dificuldades no levantamento de informações devido ao “apagão de dados” em curso no país, além da inexistência ou insuficiência de informações nas áreas abordadas.

A publicação será lançada nacional e internacionalmente na mesma data. Para o Brasil, a divulgação será às 10h, do dia 31/07, durante audiência pública da Frente Parlamentar Mista em Apoio aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável do Congresso Nacional. Já a comunidade internacional poderá acompanhar a divulgação dos dados a partir da 13h30 (para os países e ouvintes de língua inglesa) e das 16h (em espanhol). Todas as sessões serão transmitidas ao vivo por meio do canal do GT Agenda 2030.

O ano de 2020 marca o primeiro quinquênio da Agenda 2030 e inaugura a Década de Ação, declarada pela ONU, que visa acelerar o alcance dos ODS em todo o mundo. O lançamento do IV Relatório do GT Agenda 2030 ocorre diante da tragédia da Covid-19 que fez com que todas os compromissos para cumprimento dos ODS fossem revigorados durante o Fórum Político de Alto Nível da ONU, que recentemente reuniu presidentes e líderes de praticamente todo o mundo. Nele, em diversos painéis o Brasil foi mencionado de forma negativa, particularmente pela sua péssima resposta à Covid-19.

Programação:

Moderação: Deputado Nilto Tatto, Fabiana Kent (Visão Mundial/GT Agenda 2030) e Laura Cury (ACT Promoção da Saúde/GT Agenda 2030)

10h | 10h20 – Mesa de Abertura
Expositores:
• Deputado Nilto Tatto (presidente da Frente Parlamentar Mista de Apoio aos ODS)
• Alessandra Nilo (Gestos/GT Agenda 2030)
• Niky Fabiancic (coordenador residente da ONU no Brasil)

10h30 | 10h50 – Mesa 1 – ODS e sociedade
Expositora: Viviana Santiago (Plan International Brasil/GT Agenda 2030)
Debatedores:
• Deputada Erika Kokay (Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos)
• Deputado Afonso Florence (Frente Parlamentar Mista em Defesa das Organizações da Sociedade Civil)

10h50 | 11h10 – Mesa 2 – ODS e meio ambiente
Expositor: Rubens Born (Fundação Grupo Esquel/GT Agenda 2030)
Debatedores:
• Deputado Rodrigo Agostinho (Frente Parlamentar Ambientalista)
• Deputada Joenia Wapichana (Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas)

11h10 | 11h30 – Mesa 3 – ODS e economia
Expositor: Francisco Menezes (ActionAid/GT Agenda 2030)
Debatedores:
• Senador Jaques Wagner (Frente Parlamentar Mista em Defesa da Reforma Tributária Solidária)
• Deputado Arnaldo Jardim (Frente Parlamentar Mista Estímulos Econômicos para a Preservação Ambiental)

11h30 | 12h10 – Comentários da audiência e debate

12h10 | Encerramento e encaminhamentos

 


LINK: https://artigo19.org/?p=18393

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *