Em protesto contra aumento da tarifa em SP, PM segue à risca o que chefe decretou

23 de janeiro de 2019 - ARTIGO 19 na Mídia



 

Fonte: Ponte Jornalismo 

Pelo menos duas pessoas foram detidas durante o terceiro ato contra o aumento da tarifa do transporte público em São Paulo, organizado pelo MPL (Movimento Passe Livre), nesta terça-feira (22/1). Além do reajuste da passagem de R$ 4 para R$ 4,30, militantes criticam o corte de linhas de ônibus, especialmente em regiões periféricas da cidade. A manifestação foi a primeira depois do decreto assinado pelo governador João Doria que impõe uma série de restrições em protestos, considerado por especialistas ouvidos pela Ponte inconstitucional. A Polícia Militar do estado seguiu à risca a lei: a reportagem acompanhou a passeata desde o início e testemunhou abordagens, algumas textualmente embasadas no decreto, além de pelo menos duas supostas agressões.

Leia na íntegra: https://ponte.org/em-protesto-contra-aumento-da-tarifa-em-sp-pm-segue-a-risca-o-que-chefe-decretou/

 


LINK: https://artigo19.org/?p=15433

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *