Exército conclui até novembro caso do capitão apontado como infiltrado entre manifestantes

30 de setembro de 2016 - ARTIGO 19 na Mídia



elpais2

Fonte: El País

O Exército brasileiro tem até novembro para concluir as investigações sobre o envolvimento do capitão Willian Pina Botelho com manifestantes que acabaram detidos em São Paulo e consideram o militar um infiltrado em suas atividades. A apuração do caso, segundo o Exército, foi aberta no dia 09 de setembro, data em que o EL PAÍS e a Ponte Jornalismo revelaram que o militar estava entre um grupo de manifestantes presos antes de um ato “Fora, Temer”, no dia 04 deste mês. O capitão Botelho, que usava o nome falso de Balta Nunes, foi o único, no conjunto de 22 pessoas, que não foi levado para a delegacia naquele dia, o que reforçou as suspeitas de que ele estaria infiltrado.

Leia a matéria na integra: http://brasil.elpais.com/brasil/2016/09/29/politica/1475180154_865903.html


LINK: https://artigo19.org/?p=10085

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *