Cinco anos do assassinato do jornalista Valério Luiz de Oliveira

5 de julho de 2017 - Notícias



Hoje (5) completam-se cinco anos da morte do jornalista Valério Luiz de Oliveira, assassinado com seis tiros à queima-roupa na porta da então Rádio Jornal 820 AM, onde o cronista esportivo trabalhava. Segundo as investigações da Polícia Civil de Goiás, o crime foi encomendado por Maurício Borges Sampaio em razão das críticas feitas pelo jornalista contra a diretoria do Atlético Clube Goianiense.

Atualmente, cinco pessoas estão sendo indiciadas pelo crime. No dia 20 de junho deste ano, o Supremo Tribunal Federal negou o último recurso movido pela defesa dos acusados, que agora devem ir ao tribunal do júri em breve.

Em outubro de 2015, o caso de Valério Luiz foi levado pela ARTIGO 19 e outras entidades da sociedade civil brasileira à Comissão Interamericana de Direitos Humanos. Na oportunidade, o caso serviu de subsídio para a denúncia apresentada contra o Estado brasileiro por violações praticadas contra comunicadores no país.

“É com grande expectativa que acompanhamos a fase final do processo sobre o assassinato do jornalista Valério Luiz. Nos últimos anos, temos acompanhado o caso e realizado algumas ações, sempre com o objetivo de impedir que ele caísse no esquecimento, que é o que, infelizmente, acontece com a maioria dos crimes praticados contra comunicadores no Brasil”,  afirma Júlia Lima, coordenadora de Proteção e Segurança da ARTIGO 19

“Esperamos realmente que a justiça seja feita, o que representaria um merecido conforto para a família e amigos de Valério Luiz, e ainda como um sinal de que estamos avançando no combate à impunidade das violações contra à liberdade de expressão no Brasil”, acrescenta.

A falta de resolução dos crimes cometidos contra comunicadores é um fator que vem sendo apontado pela ARTIGO 19 como um dos principais motivos para a continuidade e intensificação das violações à liberdade de expressão no país. A entidade  lançou em novembro do ano passado o relatório “O ciclo do silêncio: Impunidade em homicídios de comunicadores no Brasil”, que analisou as investigações de 12 casos de comunicadores assassinados entre 2012 e 2015, incluindo o caso do jornalista Valério Luiz.


LINK: http://artigo19.org/?p=11989

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *