Processos contra vazamento de imagens íntimas incluem denúncias de chantagens

14 de março de 2016 - ARTIGO 19 na Mídia



Na maioria dos casos, o principal desejo das vítimas é remover os conteúdos da internet, indica pesquisa, que será apresentada nesta quinta-feira (10), em São Paulo
por Sarah Fernandes, da RBA publicado 10/03/2016

rba2

São Paulo – Os processos contra vazamentos de imagens íntimas de mulheres na internet vão além de casos de violação de privacidade e incluem, em grande parte, denúncias de chantagens, que vão desde dinheiro até tempo maior com os filhos. Na maioria dos casos, o principal desejo das vítimas não é necessariamente a vitória jurídica, mas sim que os conteúdos sejam removidos da internet.

É o que mostra uma pesquisa do coletivo InternetLab sobre violação de privacidade e intimidade com base em gênero e sexualidade, que analisou 95 processos jurídicos do Tribunal de Justiça de São Paulo sobre o tema. Os resultados serão divulgados hoje (10) em um debate da organização não-governamental Artigo 19 sobre a condição da mulher nos meios de comunicação.

“Aparentemente, o principal instrumento no direito penal para o caso de vazamento efetivo não está funcionando muito bem”, afirma uma das responsáveis pela pesquisa, Mariana Valente. “Mostramos como os tribunais estão reagindo a esses casos, que mudanças legais poderiam ser feitas e quais existem e não adiantam.”

O debate será realizado no Centro Universitário Maria Antonia, na região central da cidade, com início a partir das 19h. A jornalista do Nexo Jornal Ana de Freitas, a comunicadora comunitária da Maré Gizele Martins e a escritora e ativista feminista negra Stephanie Ribeiro contarão suas experiências e dificuldades no campo da comunicação. Elas debaterão como é a participação da mulher na grande imprensa e na comunicação popular, casos de violência on-line e a forma como a mulher é retratada na mídia.

“Com as muitas mobilizações feministas que ocorrem atualmente, inclusive no contexto on-line, muitas comunicadoras ativistas passaram a produzir mais conteúdos sobre o tema e vimos que elas são muito expostas a violência”, diz a assistente de projetos da Artigo 19 Barbara Paes. “O senso comum enxerga a violência on-line como uma violência menor porque é virtual, mas ela extrapola esse contexto da internet e afeta o direito de as mulheres se manifestarem.”

O que? Debate Mulheres de Expressão: Volência e Comunicação

Onde? Centro Universitário Maria Antonia (Rua Maria Antonia, 294, São Paulo)

Quando? 10/3, às 19h

Mais informações em: on.fb.me/1UBcqez

Fonte: http://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2016/03/processos-contra-vazamento-de-imagens-intimas-incluem-tambem-denuncias-de-chantagens-643.html


LINK: http://artigo19.org/?p=7389


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>